5 Razões para Viajar para Montréal (especialmente durante o verão)!

Texto da Virginia Langhammer

Quer viajar no meio do ano, mas ainda não sabe para onde ir? Vá para Montréal!
No verão passado eu fui passar o mês de junho em Montréal para aprimorar meu francês e o que descobri foi uma cidade incrível, cheia de gente jovem, bonita e de bem com a vida. Eu me apaixonei pela energia contagiante desta cidade e pela gentileza dos Montréalais (aqueles que nascem em Montréal). Por isso eu fiz uma pequena lista daquilo que mais gostei para compartilhar com você hoje:

1. English ou Français?
Uma das coisas mais interessantes em Montréal é o bilinguismo. Aproximadamente 50% das pessoas fala tanto francês quanto inglês. No entanto, a língua mais comum é o francês.
Montreal é a segunda maior cidade falante de francês do mundo, após Paris. Talvez por esta razão, quando cheguei a Montreal, tive a maravilhosa sensação de estar na França. Na minha opinião este é o maior charme de Montréal e de todo o Québec. O charme da língua francesa e da cultura francesa, misturado com a modernidade das Américas.
Se você é aficionado por línguas como eu, não fale inglês em Montréal! Aventure-se com o francês e descubra o delicioso sotaque québécois. Assim como o português brasileiro e o inglês americano, o francês québécois tem o seu próprio charme, de uma língua que de origem europeia, mas com um toque de novo mundo.4ever3:montreal3

2. Festivais e mais festivais!
Como você deve imaginar, o inverno em Montreal é extremamente longo e rigoroso. Talvez por este motivo, quando o frio vai embora, as pessoas sentem a necessidade de ir para as ruas, como uma forma de celebrar o bom tempo.
Consequentemente, a cidade vira literalmente uma festa, com um festival após o outro! Eu tive a sorte de estar em Montréal durante alguns festivais e os achei absolutamente incríveis! Abaixo divulgo o nome e as datas dos eventos que acontecerão ainda este ano. São eles:4ever3:montreal6
Festival de Murais (de 9 a 19 de junho de 2016): Este talvez seja o meu favorito. Veja grandes artistas de rua pintando murais gigantes ao longo da Boulevard Saint-Laurent e arredores. A Boulevard fica fechada para carros e cheia de artistas, comércio, exposições, e barraquinhas com comida local. (http://muralfestival.com)4ever3:montreal2
Francofolies (de 9 a 18 de junho de 2016): Veja shows de música francofone, quase todos gratuitos, espalhados em muitos palcos pela região da Place des Arts. Imperdível! (www.francofolies.com)
Festival Internacional de Jazz (de 29 de junho a 9 de julho de 2016): Tal como o Francofolies, o festival de Jazz é espalhado pela cidade em diversos palcos, e muitos shows são gratuitos. (www.montrealjazzfest.com)4ever3:montreal5
Tam-tam (de 1o de maio a 25 de setembro): Para os mais animados, muitos jovens se reúnem todos os domingos ao pé do Mont Royal, alguns para tocar instrumentos de percussão, outros para dançar ou apenas para se reunir com amigos. É uma festa irradiante que dura do meio dia ao noitecer.

3. La poutine!
Se as razões que falei antes ainda não lhe convenceram a ir a Montreal, já aviso que esta é irresistível! La poutine é um prato québécois feito de batata frita, queijo fresco local, e molho gravy, simplesmente delicioso! Para o vegetarianos, como eu, é fácil encontrar restaurantes que oferecem poutine com molho feito sem carnes. A minha favorita é de um pequeno restaurante localizado na Boulevard Saint-Laurent, chamado Patati Patata. Inesquecível!4ever3:montreal4

4. Le sirop d’érable
Ao falar do Québec, não poderia deixar de lado o xarope de maple. Enquanto que em NY encontramos geralmente 2 tipos de maple syrup, no Québec existem pelo menos 5 tipos diferentes, todos deliciosos. Além do xarope, é possível encontrar também uma infinidade de outros produtos feitos com o xarope, tais como doces, balas, limonada, sorvete, açúcar, chá, café, geleia, manteiga, e muitos outros. A boutique Délices de l’Érable oferece uma degustação de diferentes produtos e também tem um espaço com um mini museu sobre a história do xarope de maple disponível. Recomendo!4ever3:montreal1

5. História
Para aqueles que gostam de história, como eu, Montréal também oferece um prato cheio. A história do Québec é fascinante! Fiquei fascinada ao ver uma como os canadenses québécois lutaram para preservar a sua língua e tradições francofones em oposição à supremacia inglesa. Até hoje podemos perceber o orgulho que os quebécois têm por sua língua e cultura.
Se for a Montréal, não deixe de andar pelas ruas coloridas do Plateau Mont-Royal, onde habitavam boa parte dos trabalhadores franceses na primeira metade do século passado. Hoje, o bairro é super charmoso, cheio de pequenos cafés, livrarias e restaurantes, mas muita história já se passou por ali. Se quiser saber mais, recomendo os livros do autor québécois Michel Tremblay.
Se você for a Montréal e quiser mais dicas, fale comigo! Terei prazer em dar sugestões.
Compartilhe as sua opinião sobre este post conosco nos comentários abaixo!
Até a próxima!
Se você gosta dos textos da Vivi, veja este post.

Submit a comment

três × 3 =