Meu mundo

Acho tão lindo e profundo esse texto que quis dividir com vocês. Nem sempre me identifico com ele, mas algumas vezes me identifico demais e sinto exatamente isso. E acho que isso pode acontecer com você também. Já nem me lembro quem me mostrou esse texto pela primeira vez…
“O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê!”
Florbela Espanca
Espero que tenham gostado. Beijos

Também amo este post

Submit a comment

14 − três =