Uma questão de Valores

Há alguns anos fiz um curso que mudou a minha vida.

Nesse curso uma das primeiras coisas que me foram solicitadas, era que definisse quais eram os meus valores.

Fazer esse exercício foi uma experiência muito interessante e muito enriquecedora para mim. Parei para pensar quais eram os meus valores, ou seja, aquelas coisas sem as quais eu não vivia. Poderia abrir mão de tudo, menos desses meus valores.

Depois disso estabelecemos, na nossa equipe esse mesmo princípio, para que a nossa relação durasse. Foi muito bom, porque hoje na nossa escola trabalhamos com muita liberdade e eu posso abrir mão de tudo, menos desses valores.

Tá, na teoria é muito bonito, mas na prática o que isso quer dizer?

Simples, quer dizer como eu me relaciono com as pessoas. No dia a dia os valores são aquilo que deve reger nosso comportamento e nossas decisões. E a semelhança ou diferença disso vai determinar a proximidade ou distância que devemos ter de uma pessoa de acordo com a compatibilidade desses valores.

Isso é incrível! Um dos meus valores é a verdade. Se eu sei que uma pessoa mente pela simples mania de mentir, sei que para o bem e felicidade de ambas as partes, não podemos ter uma relação muito próxima. Posso gostar da pessoa e ela de mim, podemos nos respeitar, podemos até sair para tomar um café e dar muitas risadas. Mas vai ser muito difícil trabalharmos juntos, vai ser muito difícil viajarmos juntos e seria praticamente impossível termos uma relação afetiva.

Agora, se eu escolher abrir mão dos meus valores (agir por conveniência e não por convicção, isso vale outro post), vou arcar com as consequências dessa minha escolha, como tudo na vida!

E você, quais são os seus valores? Você sabe? Quer saber? Me conte 😀

Beijinhos

4ever3:valores

Submit a comment

18 + oito =