Precisamos viajar

Existem algumas pessoas que são ídolos de gerações inteiras. Isso acontece, no Brasil, com a minha geração em relação ao Amyr Klynk. Todos nós líamos os livros deles e sonhávamos em sair viajando o mundo em um veleiro, sem ter noção exata do trabalho que dava um projeto desses. Queríamos apenas sair e viajar, com todo o lado romântico dos seus livros. E esses dias encontrei esse texto dele que fala de uma das coisas que mais amo na vida. E vim dividir aqui no blog essas palavras que para mim fazem todo o sentido!
“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”.
Amyr Klynk

Por falar em viajar, já pensou na próxima? Vamos fazer esta???

Submit a comment

4 × cinco =