Muita Personalidade Pra Pouco Cachorro

A cada dia que passa os seres humanos vão percebendo que não são donos da natureza. Estamos num momento de reflexão em que quando adotamos um cão, não somos mais seu proprietário, mas sim seu responsável. Os cães são os nossos companheiros mais fieis, já diziam. Pois agora já não nos chamam mais de insanos quando, no caso da Frieda, a cachorra da Fê e do DeRose, tem sua própria voz e se comunica com todos através da reprodução dessa voz por outros seres humanos. Vou explicar: a Frieda tem uma voz, um dialeto que qualquer um que conviva com ela alguns instantes pode passar a reproduzir. Alguém pode achar que a Frieda esta querendo dizer algo com sua fisionomia e movimentos corporais e interpretar: eu tomi toda a minha tomida, mamãe. Ou: aquela é minha amida, mamãe! Para que ninguém nos ache completamente doidos, isso é um comportamento muito comum com quem tem bichos. Damos características de personalidade aos nossos animais como se eles fossem humanos. E isso é extremamente complexo e divertido ao mesmo tempo. Achei um post sobre este fotógrafo que conseguiu captar características de personalidades humanas nestes animais. O que você acha?

http://www.alexanderkhokhlov.com/

O que você acha quando vê um humano falando ‘pelo’ cãozinho ou pet? Você faz isso? Qual a personalidade do seu pet? Ele se parece com você ou não? rsrs
Esperamos que tenha se divertido um pouco! Ah, talvez goste deste post aqui também!

Submit a comment

quatro × 1 =